Próximo jogo, contra o Remo, será às 17h15 de sábado, no Castelão, e o atacante Tony Galego aproveitou para chamar o torcedor para mais esta partida importante

Tony Galego perdeu a titularidade há algum tempo. Esta semana, esteve disputando a a camisa 9 com Rone por conta da suspensão de Vinícius Paquetá, mas ficou no banco. Entrou no segundo tempo e fez o gol da vitória do Moto aos 30 minutos, diante do ASA, pela 15ª rodada do Campeonato Brasileiro Série C, em Arapiraca. Ele aproveitou pra convocar a torcida também.

O Moto segue vivo na luta árdua pela fuga do rebaixamento. O próximo jogo é contra o Remo, às 17h15 de sábado, no Castelão, e Galego aproveitou para chamar o torcedor para mais esta decisão.

> Crônica: Moto segura pressão do ASA e vence a primeira fora de casa na Série C

“Quando cheguei no iníco do ano ao Moto, prometi sempre ser um jogador de muita raça e vontade e tem sido assim. Esperamos que nos dois próximos jogos que teremos em casa, a torcida nos apoie como sempre nos apoiou”, concluiu.

O atacante falou sobre a decisão do treinador, Marcinho Guerreiro, em mantê-lo como reserva.

“O ‘professor’ Marcinho optou pelo Rone e claro que nós respeitamos a decisão dele, mas mesmo no banco eu trabalhei forte. Treinei bastante, principalmente finalização e a única oportunidade que tive hoje, eu soube aproveitar”, disse.

Além do Remo, o Moto enfrenta o Cuiabá, em São Luís. A última partida do time nesta fase da Série C é contra o Fortaleza, no Ceará.

Redação O Boleiro, com informações do GE

NO COMMENTS

Leave a Reply